Velha Guarda do motociclismo se reúne pela 1ª vez em Tijucas

Badeco, Negão, Moronguinho, Kuluca e Badanha estão entre os pilotos confirmados no encontro.

0
1793
Da esquerda para a direita, Paulo Alexandre, Badanha, Sergio Jachowicz e Badeco com sua mãe.Foto: Paulo Alexandre/Arquivo pessoal

          A velha guarda do motociclismo catarinense vai se reunir neste sábado (24), a partir das 10 horas, para “matar” a saudade dos bons tempos de pista. Será o primeiro encontro de pilotos e dirigentes diretamente responsáveis pela construção da história do motociclismo no Estado no período compreendido ente 1970 a 1980, década que sequer ainda havia sido fundada a Federação Catarinense de Motociclismo (FCM), instalada apenas em 1981.

          A promoção é do 1º presidente do Moto Clube de Canelinha e da FCM Paulo Alexandre. O endereço do encontro de dezenas de pilotos é a Associação de Desenvolvimento dos Empregados Ceramistas (ADEC), em Tijucas. Cerca de 120 pessoas entre pilotos da época e convidados já confirmaram presença. “Não vejo a hora de reencontrar estas feras. Eles permanecem na memória do nosso motociclismo como os grandes ícones da história sobre duas rodas”, comentou Paulo Alexandre.

          Nomes como os de Pedro Bernardo Raimundo, o “Moronguinho”, Vanilton Lobo, o “Badeco”, Dorli Menegaz, o “Negão”, Onílio Cidade Filho “Kiko”, Eduardo Archer “Dado”, Amilton Lobo Júnior “Kuluka”, Arno Carvalho, Valmor Oliveira “Badanha”, Cleiton Detoni, Heliar Schuck “Kiko”, Amilton Ferreira e Leo Dias, estão entre as estrelas do motociclismo do passado que aportarão neste final de semana em Tijucas.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA