Santa Catarina é Bi do Brasileiro Escolar de Futebol

Time de Chapecó alcançou o título sem perder nenhuma partida e garantiu participação no Mundial.

0
582
Atuais campeãs dos Joguinhos no futsal, meninas também mandam bem no futebol de campo. foto: Júlio Castro/Cifesc

       Santa Catarina é bicampeã de futebol escolar. As atletas da Escola Lourdes Lago, de Chapecó, conquistaram mais um título na capital paraense na quarta-feira (26) durante a realização da 8ª edição do Campeonato Brasileiro Escolar de Futebol Feminino 2017. O Estado já havia conquistado o título em 2015 na competição que é realizada e organizada pela Confederação Brasileira de Desporto Escolar a cada dois anos.

            Atuais campeãs dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina, as garotas desembarcaram nesta quinta-feira (27) em Florianópolis com a garantia de participação no Campeonato Mundial Escolar Feminino, que será disputado em Praga, na República Tcheca no dia 21 de maio. “Será uma oportunidade única de representar Santa Catarina e o Brasil neste mundial. Temos umas três semanas para treinar bastante para seguir para Praga. Este time é bom e tem muito a melhorar. Acredito que vamos trazer o título mundial”, comentou a goleira Fernanda, que defendeu dois pênaltis na semifinal contra São Paulo.

            Para o presidente da Federação Catarinense de Desporto Escolar FCDE Aurélio dos Santos, a conquista encheu de orgulho a comunidade esportiva escolar catarinense. “Embora com muita dificuldades, elas foram lá e provaram competência. Que sirva de exemplo e que o esporte escolar possa continuar neste caminho de vitórias”, afirmou o dirigente.

            Tão logo desembarcaram na capital catarinense, seguiram para recepção no gabinete do presidente da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) Erivaldo Nunes Caetano. Emocionadas, as garotas destacaram as dificuldades até chegar na final, especialmente nas semanas que antecederam a viagem para o Norte Brasileiro. Parte dos recursos para custear a viagem da delegação foi conquistado com a venda de rifas contribuições obtidas em pedágios na comunidade de Chapecó. A CBDE ajudou com 15 passagens aéreas. Os integrantes da comissão técnica, entre eles o técnico Cleto Schuster bancou com recursos próprios a passagem aérea.

            A campanha do time catarinense no Brasileiro Escolar foi invicta. A final foi contra o Ceará por 3 a 0. Amapá (4×0), Pará (6×0), São Paulo (1×1 e 3 x 1 nos pênaltis) foram os resultados colhidos na fase classificatória até a final contra a seleção cearense. As meninas chapecoenses seguiram ontem mesmo para o Oeste do Estado onde foram recebidas com festa pela população.

 

DEIXE UMA RESPOSTA