Primeiros campeões saem da natação na Olimpíada da APAES

A competição prossegue até quinta-feira, dia 9, com participação de mil estudantes de 190 APAES

0
382
Nadadores da Regional Nordeste sobem ao pódio e vibram com a conquista das primeiras medalhas na Olimpíada. Fotos: Antônio Prado.

 

     Já são conhecidos os primeiros campeões da Olimpíada da APAES de Santa Catarina que está sendo realizada em Gaspar. As equipes da Regional Nordeste foram as grandes campeãs, já que conquistaram o troféu de primeiro lugar no masculino e feminino na modalidade de natação.

     Entre os homens os nordestinos somaram 52 pontos, seguidos da regional Planalto com 30 pontos, em segundo, e Médio Vale do Itajaí, em terceiro, com 23 pontos. Já entre as mulheres as campeãs fecharam a participação com 30 pontos. Depois vieram a regional Médio Vale do Itajaí, com 26, em segundo, e Litoral Norte, em terceiro lugar com 10 pontos.

     Entretanto, mais que o troféu de campeão, quem foi a piscina do Sesi, em Blumenau, pôde ver atletas se superando a cada braçada sem se importar com o resultado. Um exemplo disso foi o estreante blumenauense Diogo Sacani, 18 anos, e portador da síndrome de down,  que ao sair da água, depois de chegar em segundo lugar na prova dos 25 metros, correu em direção a arquibancada e gritou: “Ganhei! Ganhei!” O sorriso, a alegria foi algo comovente, típico de quem ama o esporte pelo esporte, sem se preocupar com mais nada.

Nadador Diogo Sacani, de Blumenau, contagiou a todos com seu carisma após ficar com a prata na piscina do SESI.

     Essa alegria também foi vivenciada por Vinícius Gabriel da Silva, de 36 anos, de Indaial, que conquistou duas medalhas de bronze nos 25 e 50 metros representando a região do Médio Vale. Sua vitória, no entanto, está na vida, pois  segundo sua mãe, Ellen Cristina, que lhe acompanhou na competição,  graças à natação seu filho teve melhoria na coordenação motora, nos reflexos e até no raciocínio lógico.

     “O esporte, em especial a natação, elevou a autoestima do meu filho e fez dele uma pessoa de atitude. Depois que ele começou a praticar esporte desde os três anos de idade, ainda em Florianópolis, com pai dele, a vida do Vinícius melhorou cem por cento”, atesta a mãe.

     Com as duas medalhas de prata no peito Vinícius não parava de olhar o resultado de sua conquista. “Gostei muito de participar desta olimpíada. Foi bem especial para mim vencer. Eu vim pra vencer e venci”, finalizou com um largo sorriso no rosto.

Vinícios da Silva, de 36 anos, não se contém com a conquista da medalha de prata nos 25 metros.

     Olimpíada das Apaes de Santa Catarina ocorre a cada três anos e tem, entre outros objetivos, divulgar o trabalho feito em cada uma das APAES do estado na área do esporte. A competição é um torneio classificatória para a fase nacional que acontece em Porto Alegre-RS, no mês de dezembro.

     Gaspar sedia a competição em alusão aos 35 anos da APAE local, que promove o evento em parceria com a Fesporte, Federação das APAES do Estado de Santa Catarina e Assembleia Legislativa.

A competição prossegue até quinta-feira, dia 9, com participação de mil estudantes de 190 APAES de Santa Catarina, cujos times na competição são representados por seleções regionais das instituições. Estão nas disputas os títulos de oito modalidades esportivas: atletismo, basquetebol, futsal, handebol, natação, tênis de mesa, bocha rafa e bocha Paraolímpica.

Reportagem e fotos: Antônio Prado

 

DEIXE UMA RESPOSTA