Catarinenses garantem vagas ao Mundial de Marcha, na China

Moacir Zimmermann também vai para o Mundial credenciado por índice obtido em competições anteriores.

0
167

     Os marchadores catarinenses Moacir Zimmermann e Nair Rosa alcançaram índice para a disputa do Campeonato Mundial de Marcha Atlética que acontecerá em nos dias 5 e 6 de maio, na cidade de Taican, na China. As marcas foram obtidas durante a disputa do Campeonato Sul-americano realizado nos últimos dias 10 e 11, em Sucúa, na região amazônica do Equador. Moacir terminou os 20 mil metros em décimo lugar e Nair, nos 50 mil, finalizou em terceiro.

     Na classificação geral, a equipe brasileira, que foi chefiada pelo presidente da Federação Catarinense de Atletismo Deraldo Oppa, encerrou sua participação com a terceira colocações, tanto no masculino quanto no feminino nos 20 mil metros. O Peru foi o campeão e a Colômbia foi vice.

     “Foi uma competição com nível muito alto. Sofremos bastante com a adaptação em relação aos colombianos e equatorianos que tinham a favor a aclimatação, a proximidade de seus países com o Equador e ainda o ambiente das provas”, ressaltou Deraldo Oppa.

     José Baggio liderava com margem de 500 metros sobre o segundo colocado nos 50 mil metros masculino, porém há oito quilômetros da conclusão da prova teve que abandonar a disputa por conta de uma lesão muscular. A prova ainda contou com a participação do catarinense Matheus Liz Correia que terminou os 10 mil metros em quarto lugar, sem com isso conseguir o índice para o Mundial.

     Integrante da delegação brasileira, a pernambucana Erica Rocha de Sena confirmou seu favoritismo e conquistou a medalha de ouro dos 20 km. A catarinense Nair Rosa, obteve índice com tempo de 4:38:48, muito próxima da marca exigida para o Mundial que é de 4:39:00. Moacir fez 1:30:44, dentro da margem de classificação para a China.  O Brasil disputou o Sul-Americano de Marcha Atlética 2018 com recursos do Programa CAIXA de Seleções, da CBAt.

DEIXE UMA RESPOSTA