Acco garante: “Tubarão não vai desistir dos JASC 2016”.

"Nossa briga é proporcionar a todos as condições ideais para que façamos um grande jogos"

0
1213

“Tubarão não vai desistir dos Jogos Abertos de Santa Catarina”.  A declaração dada pelo presidente da Fundação Municipal de Esporte de Tubarão José Acco pôs fim à incerteza sustentada diante do impasse numérico em relação aos valores ofertados pelo governo do Estado para a realização do evento. Tubarão contava com R$ 2,2 milhões para dar a infraestrutura necessária aos JASC, porém o governo sinaliza, irredutivelmente, com R$ 1,6 milhão para bancar o projeto preliminarmente elaborado pela Comissão Central Organizadora (CCO) dos Jasc.

Diante da nova realidade financeira, José Acco informou, durante encontro com 13 dos 21 integrantes do Conselho Estadual de Esporte (CED-SC), entre eles o presidente da Fesporte Milton da Cunha Júnior,  na tarde desta quinta-feira (28), em Palhoça, que obrigatoriamente terá que readaptar o projeto pela redução dos recursos. As reformas em 40 escolas públicas, preliminarmente mapeadas para alojar os atletas, serão reavaliadas. Os serviços (readaptação elétrica, instalação de chuveiros, condições hidráulicas, entre outras benfeitorias) sofrerão ajustes que poderão representar economia no orçamento original que era de aproximadamente R$ 400 mil. “Nossa missão, enquanto gestores e compromissados com o que a comunidade esportiva catarinense merece, era de dar as melhores condições de estadia. Diante deste novo quadro, vamos ter que reformular nosso projeto”, afirmou Acco.

Membros do Conselho Estadual de Esporte (CED-SC) conheceram os problemas enfrentados por Tubarão para obter os recursos necessários para a realização dos JASC. (Foto: Júlio Castro/Cifesc).
Membros do Conselho Estadual de Esporte (CED-SC), liderados pela presidente Michele de Souza conheceram os problemas enfrentados por Tubarão quanto aos recursos necessários para a realização dos JASC.

Faltando três meses para a realização da competição – que há dois anos teve Tubarão definida como cidade-sede – a corrida agora é para readaptar o projeto a tempo de concretizar as licitações necessárias. Ao todo, as licitações contemplarão cerca de 70 itens, sendo os principais relacionados ao aluguel de instalações para as competições, além da contratação de uma série de outros serviços.

A redução no orçamento pode implicar, inclusive, na mudança de planejamento de reformas. O ginásio Salgado Filho (Salgadão), no bairro Oficinas, por exemplo, que deve sediar as disputas do futsal e o handebol, pelo projeto original, teria a cobertura  e o piso substituídos e os banheiros reformulados, serviços orçados em aproximadamente R$ 400 mil. Pelo menos uma dessas ações deve ser abortada. A pista de atletismo, inicialmente projetada com oito raias, deve ser reduzida para seis, fato que poderá aumentar o número de dias de disputas da modalidade.

As prioridades vão passar por avaliação da CCO quando então serão identificados quais ajustes necessários de maneira que não venham a comprometer, significativamente, o contexto da competição.    Tubarão figura entre as cidades catarinenses mais carentes em infraestrutura esportiva. Recentemente teve inaugurada sua arena multiuso, sendo a principal edificação esportiva construída desta a última edição dos JASC na cidade em 1993.   Os JASC 2016 acontecerão no período de 11 a 19 de novembro.

DEIXE UMA RESPOSTA