Blumenau é alternativa para “salvar” JASC 2016

Cidade que já foi 41 vezes campeã dos Jogos Abertos de Santa Catarina aparece como opção para sediar o evento com a desistência de Tubarão.

0
4039
Para manter acesa a chama dos JASC em 2016, Blumenau demonstra solidariedade e comprometimento com a causa esportiva catarinense. Foto: Arquivo/Fesporte.

           A cidade que já foi vítima de uma grande catástrofe ambiental, a enchente de 1983, que culminou com o cancelamento dos Jogos Abertos de Santa Catarina, aparece entre as favoritas para abraçar a competição em sua versão 2016. O Conselho Estadual de Esporte (CED-SC), por meio de sua presidente, Michele de Souza, trabalha no alinhamento de uma solução para o impasse. “Blumenau está solidária e sinaliza em poder ajudar, pois já passou por situações semelhantes a esta de Tubarão”, afirma Michele.

               Dirigentes esportivos de Blumenau, que mantivemos contato nas últimas horas, não esboçaram negativa velada quanto a possibilidade, ao contrário de  posicionamentos de Itajaí e Criciúma, que já se manifestaram desfavoráveis a ideia de alternativas para substituir Tubarão. Renato Valvassori,  presidente da Fundação Municipal de Esportes de Criciúma disse que a competição será sempre bem-vinda em seu município, porém com a falta de tempo hábil à preparação do município a proposta se torna inviável. Itajaí passa por um momento economicamente delicado e descarta a possibilidade.

               Ao se solidarizar com Tubarão, que há cinco dias desistiu da competição por conta dos prejuízos sofridos com o forte vendaval ocorrido na cidade, a informação de que Blumenau estaria de braços abertos para “salvar” a competição deste ano já foi repassada aos representantes do governo que agora detém a batida do martelo, feito que deve ocorrer até a próxima segunda-feira, conforme manifestação da Secretaria de Esporte, Turismo e Cultura (SOL), por meio de seu secretário Filipe Mello.

               Certo mesmo é que, se acontecer em Blumenau, o Jasc não será realizado na data que originalmente foi programado: 11 a 18 de novembro. Com infraestrutura praticamente completa, mas com algumas obras de pequeno vulto a serem executadas, especialmente na pista de BMX e no ginásio Galegão, a sugestão de período de disputa fica para a primeira quinzena de dezembro.

        O grande desafio blumenauense será buscar alternativas de alojamento para acomodar os cerca de 4 mil atletas que vão desembarcar na cidade durante as disputas. Trata-se de um importante período de complemento de ano letivo, quando as escolas devem ficar, em maioria, ocupadas por seus alunos.

 

DEIXE UMA RESPOSTA